@fatos de lari



Ask me anything   Submit
Reblogado de fyerflys
Reblogado de alentador
Sozinho no quarto, naquela noite sem estrelas eu pensei em você. No bem que sua presença poderia ter me feito naquele exato momento, e como minha vida poderia ser completamente diferente se você estivesse nela há mais tempo. Se você me mudasse um pouquinho, todos os dias, para a melhor. Se me ajudasse a entender quem eu sou e me amasse como eu te amo. Ou acho que amo. Se me ensinasse o que é amor, como amar. Eu sei que você me entenderia mesmo quando eu desistisse de mim. Sei que seria uma pessoa melhor com você por perto, e que todas as barreiras frias de gelo se derreteriam com o seu sorriso, com seu abraço e sua presença. Tudo que eu precisava era você, mas tudo que eu tinha era uma vida totalmente sozinho. A culpa é mesmo das estrelas?  (via ausenciador)

(Fonte: alentador, via ausenciador)

Reblogado de timemagazine
Reblogado de expressao
Se você não quer nada comigo, por que me faz achar que quer? Thiago Guedes  (via ausenciador)

(Fonte: rotaliza-r, via ausenciador)

Reblogado de icanfixyou

Reblogado de s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r
Quando você não é nada, não há razão para ter medo. Game of Thrones.   (via estopins)

(Fonte: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via sky-exploding)

Reblogado de nobroke
Você só tem de ser forte, porque eu não quero perder você agora. Estou olhando bem para a minha outra metade. O vazio que se instalou em meu coração, é um espaço que agora você guarda. Mostre-me como lutar pelo agora. E eu vou lhe dizer, amor, foi fácil voltar para você uma vez que entendi que você estava aqui o tempo todo. É como se você fosse o meu espelho. Ontem é história. E amanhã é um mistério. Posso ver você olhando de volta para mim, mantenha seus olhos em mim, porque eu não quero perder você agora. Justin Timberlake.   (via ausenciador)

(Fonte: nobroke, via ausenciador)

Reblogado de orquestrando
Aí ontem me perguntaram “quando foi a ultima vez que você se sentiu feliz?” Eu respondi “De verdade? Sei lá” Mas, eu sabia, e tinha muito a ver contigo. Orquestrando.    (via ausenciador)

(Fonte: orquestrando, via ausenciador)

Reblogado de edv-diary
Sentir faz parte do processo. Você se distrai com o dia, deixa as horas passarem e até aceita tudo que tem de bom ao seu redor.
Sabe que tem muita coisa! Muita coisa boa, muita coisa que você não merecia e talvez hoje mereça. Mas ainda sim sente, sonha e vê em todos os lugares aquilo que a muito tempo deveria de ter desaparecido da sua mente.
Você se confunde pois não quer trocar algo bom, por alguma coisa que nunca deu certo, nem mesmo sabe se seria possível uma troca.
Troca? Que coisa idiota! Não quero uma troca, a verdade é que não sei abrir mão, não sei deixar ir. E até hoje sinto e sofro, por coisas que nem sei se deveria ter de volta.
Sempre reclamei de não poder escolher, de sempre ser a escolhida ou abandonada.
Mas no fundo me consolo com a opção de estar com quem verdadeiramente me quer, é melhor do que ser um resto na vida de alguém.
O inferno tem seus vários lados, escondidadevc (via edv-diary)

(via edv-diary)

Reblogado de secretaria-da-morte
Eu não sou um cordeiro, e minhas lágrimas rolam direto para o inferno, eu não sou aquela vaca que só serve para ser ordenhada, eu caio feito aquele monte de estrume e talvez sobre qualquer poesia a ser vista nesse desastre, eu corto meus pulsos e deles sangram músicas, pois eu não tenho sangue baby, eu tenho vozes nas veias e elas cantam me deixando confusa, elas gritam e me sufocam. É férias baby, mas eu já tomei aquele copo de saquê, já engoli toda aquela garrafa de rum, e já me sinto pronta para voar, pronta para agarrar aquela pipa maldita de Amir san, e me desventurar neste meu próprio câncer, porque isso aqui é melancolia sim, é falta de afeto também, são palavras congestionadas junto ao choro arranhando a garganta enquanto eu canto um música do Bob Dylan, enquanto eu morro nos braços do Kurt, é falta de qualquer coisa que me tire dos meus próprios conceitos, é falta dele também, eu não sou um cordeiro, mas após chorar uma madrugada toda eu sou tão frágil quanto a lã que lhe é aparada em época errada, estou morrendo de frio meu amor, mas este mal irradia de meu próprio ventre. Secretária da Morte.  (via expressao)

(Fonte: secretaria-da-morte, via expressao)